Smile
 
 
 
 
Revista »

ELEARNING

ELEARNING

Índice:

eLearning em Qualquer lugar e a Qualquer hora

 


 

ELEARNING EM QUALQUER LUGAR E A QUALQUER HORA


INTRODUÇÃO

A Nova Etapa aposta no elearning, porque ele é fundamental para o desenvolvimento de uma economia baseada no conhecimento. Ele facilita práticas de flexibilização e de desenvolvimento de interações dirigidas à aprendizagem colaborativa. Os processos de envolvimento, partilha e construção colaborativa do conhecimento, desenvolvem-se gerando a apropriação de novas práticas e isso é fundamental, numa conjuntura que exige rapidez nas decisões, um profissionalismo cada vez mais acentuado, uma visão diferente das coisas.
Há uma convicção generalizada de que o nível de instrução e as qualificações da população ativa são fatores determinantes na obtenção de resultados, mas o facto de haver tantos licenciados desempregados, denota que há certamente um desfasamento entre aquilo que é ensinado e a realidade do mundo do trabalho. Esta contradição é tida em conta por todos os que organizam o elearning na Nova Etapa, para que os seus cursos estejam em sintonia com as necessidades das pessoas e das empresas.
O ensino tradicional não está a conseguir acompanhar as necessidades das empresas. As necessidades das empresas parecem ter embarcado num comboio que atinge cada vez maior velocidade e o ensino tradicional parece ir atrás a tentar apanhá-lo e a querer controlá-lo. O elearning, quando devidamente organizado, é o modelo que pode ajudar a desenvolver talentos, de acordo com as disponibilidades de cada um, e a proporcionar às empresas as rápidas respostas de que necessitam, sem sujeitar a calendários, horários, deslocações ou ausências do posto de trabalho.
A Nova Etapa tem consciência de que sempre foi necessária uma força de trabalho inovadora, com capacidade de adaptação e agilidade para conseguir chegar primeiro que os concorrentes e fazer a diferença, mas hoje essa necessidade é muito mais acentuada. Os colaboradores da Nova Etapa sabem que a organização do elearning tem cada vez mais de se assemelhar a um giroscópio que não para de girar e que devem de estar prontos para fazer e refazer recursos e planos que se consubstanciam nos cursos a ministrar, por isso a estrutura da Nova Etapa é flexível para que a agilidade seja possível.
Apesar de a Nova Etapa agregar diferentes profissionais no desenvolvimento do elearning, os que trabalham no seu planeamento e organização desempenham tarefas diversificadas que exigem raciocínios claros. Só assim conseguem estar à altura dos novos desafios, que passam não só por produzir e dinamizar mais cursos mas por fazê-lo com mais qualidade. Para que isso aconteça não regateiam esforços no desempenho da sua missão, ainda que se vejam obrigados a alterar estratégias mensalmente, semanalmente, e muitas vezes antes mesmo de serem implementadas, o que evidencia bem quanto se acredita na utilidade do que se faz e se está convicto de que é sempre possível fazer melhor.

ESTRATÉGIA SEGUIDA
 
Desde a sua criação em 1993, que a Nova Etapa tem um fascínio pela formação a distância. Foi nessa altura que começou a desenvolver essa modalidade. Para aumentar a motivação dos participantes, realizou filmes com atores profissionais e elaborou manuais que eram entregues nas sessões presenciais. Os cursos funcionavam num misto de sessões em sala e a distância. Nas sessões a distância, os contactos eram feitos pelo telefone, pelo correio e, nalguns casos, os formadores deslocavam-se mesmo a casa dos participantes para esclarecer dúvidas. Era o tempo das cassetes vídeo, que os participantes levavam debaixo do braço, o que nos fez pensar em pastas personalizadas, onde essas cassetes fossem acondicionadas.
Já nessa altura a Nova Etapa constituía equipas de trabalho compostas por diversos profissionais: formadores/tutores, informáticos, técnicos de planeamento, designers, responsáveis de marketing, guionistas, atores, operadores de câmara de filmar, técnicos de som, montagem e pós produção, locutores, realizadores e coordenadores pedagógicos.
A receção dos testes era feita por fax, ou pelos CTT. Havia alturas em que o carteiro distribuía dezenas e dezenas de envelopes. Num período em que dinamizámos formação em blearning para os Tribunais de todas as zonas do país, recebíamos tantas cartas desses Tribunais que o carteiro andava intrigado e a pensar que a empresa tinha problemas por todo o país, até que não resistiu e perguntou-nos: Mas os Tribunais não vos largam? Explicámos os motivos e o homem ficou mais descansado. Ainda hoje nos vem trazer a correspondência e de vez em quando nos fala nisso!
Depois, em vez das cassetes, os filmes passaram a ser distribuídos em CD, DVD e pen drive e a correspondência passou a ser feita pela internet.

suportes


Neste momento os filmes estão na plataforma e os participantes acedem a qualquer hora, em qualquer dia e em qualquer lugar. Como em tão pouco tempo a situação se alterou!!!
Além disso, os manuais, revistos ou feitos de novo, transformaram-se em ebooks, e os filmes, não só são disponibilizados integralmente, como também foram divididos em partes e inseridos nos ebooks, para ilustrarem o que é dito. São ainda introduzidos jogos, onde por vezes são igualmente usados excertos de filmes. Isto à distância de um clik. Apesar de tudo se ter passado num curto espaço de tempo, longe parece o dia em que os participantes tinham de andar com os recursos atrás.
Desde que começámos a formação em elearning que usamos o Formare, e os aspetos bem conseguidos e menos conseguidos têm sido feitos na sua companhia. Bem podemos dizer que a Nova Etapa e o Formare têm feito percursos em simultâneo e a nossa estratégia é definida em função dos condicionalismos do Formare.
Até ao momento já formámos muitos milhares de participantes em elearning e blearning. Só do curso de Formação Pedagógica de Formadores em blearning, já realizámos até ao momento em que escrevemos este texto, cerca de 670 ações de formação, tendo por elas passado mais de oito mil pessoas. Este curso tornou-se num case study.
No momento em que estamos a elaborar este escrito, possuímos mais de 40 cursos em elearning, que discriminamos mais à frente, e iremos continuar a apostar nesta modalidade.
Nesta caminhada bem-sucedida estão sempre presentes os que são a razão de ser da nossa existência, os que procuram e recebem os nossos serviços. É sempre a pensar neles que organizamos o elearning, com durações maiores ou menores, para que possa dar resposta às suas necessidades e disponibilidades de tempo.
Os nossos cursos contribuem para recriar as organizações, dignificar os colaboradores e para que sejam determinantes na obtenção de resultados.
Na organização das estratégias pedagógicas temos consciência de que no elearning a pedagogia é ainda mais complexa e de que não se compadece com planeamentos deficientes nem com pessoas inexperientes.
A pedagogia é instável, porque ela depende da sociedade e talvez isso explique o insucesso de muitas licenciaturas e cursos, mas percorreu um longo caminho, bebeu do progresso das investigações ligadas às pessoas e dificilmente têm sucesso roturas profundas.
É tendo em conta o estudo que fazemos da pedagogia e das boas práticas pedagógicas, da experiência adquirida ao longo de quase 18 anos de existência da empresa e dos muitos anos que os responsáveis da empresa dedicaram a formação, que desenvolvemos o elearning, apoiando-nos nas oportunidades que as novas tecnologias nos oferecem.
É com consciência das responsabilidades que cabem a uma empresa de formação, que consideramos que o elearning abre novos caminhos, abala as certezas, levanta problemas e abre a porta a novas discussões sobre o modo de reinventar os aspetos pedagógicos, certos de que o momento que passa é propício a essa situação e ficará na história como um momento em que os conceitos pedagógicos tiveram uma evolução como até então nunca tinha acontecido.
Consideramos que o saber tem hoje mais do que nunca um valor económico, mas ele só o será efetivamente, se não prender o espírito, nem for considerado a solução definitiva, mas a pluralidade das respostas, a relatividade das opiniões, o ponto de partida para uma maior evolução das pessoas e das Organizações.
É por isso muito grande o desafio que o elearning lança e que aceitamos: dotar o participante de conhecimentos, conciliar as diferenças individuais, estimular a interação, a partilha de experiências, não nos alhearmos das condições objetivas do meio em que o participante se integra e do comportamento a ter face a esse meio. Isso é tanto mais difícil porquanto os negócios estão confusos e os ambientes de trabalho também e, claro, aqueles a quem damos formação não fogem à regra.
Sabemos que o que é produzido desaparece rapidamente de circulação para dar lugar a outros produtos e que a reconfiguração dos modelos de trabalho é frequente. É por isso que continuamos constantemente, não só a dinamizar novos cursos, mas também a melhorar, adaptar e atualizar os cursos já existentes. É isso que justifica o nosso contínuo êxito na formação de elearning.
Temos a noção de que é preciso desenvolver estratégias em várias frentes e perseguir várias finalidades em simultâneo. Sabemos que a concorrência é cada vez mais agressiva, que o lucro e a sobrevivência de alguns concorrentes parecem justificar tudo.
Mas também sabemos que o trabalho reclama da formação uma visão do futuro, que o mundo muda a uma velocidade cada vez maior e, por isso, acreditamos que o elearning poderá fornecer ao mundo do trabalho e às empresas os conhecimentos que elas reclamam com vista a um futuro melhor.

RESULTADOS ALCANÇADOS


O facto de só através do curso de Formação Pedagógica de Formadores em blearning, já termos formado cerca de 8.000 pessoas, que pagaram a sua formação, é revelador da importância que representa para a Nova Etapa, e bastante significativo dos resultados já alcançados com o elearning.
A quantidade de recursos produzidos, quer manuais, ebooks, filmes, jogos pedagógicos, são bem o exemplo de que, ao apostarmos no elearning, temos consciência de que é indispensável um grande trabalho de bastidores e de que nesta modalidade é necessário investir bastante mais tempo no planeamento e na organização da formação do que na formação presencial.
Eis os cursos em elearning e blearning que neste momento estamos a realizar:

cursos elearning


CONCLUSÃO


 

Muitos milhares de pessoas formadas, o privilégio de ter trabalhado para dezenas de pequenas e grandes Organizações e para profissionais em nome individual, a feitura de mais de quatro dezenas de filmes realizados com atores profissionais, e de muitas dezenas de manuais e jogos pedagógicos, a afirmação no país como empresa de formação competente e o ser seguida por muitas empresas da área que nos copiam e utilizam os nossos filmes e cursos, umas vezes com autorização e outras sem ela, são o reconhecimento da Nova Etapa. Mas se temos orgulho naquilo que já realizámos, aquilo que nos motiva é o que esperamos fazer no futuro, continuar a apostar cada vez com mais rigor naquilo que fazemos. Acreditar que vamos entrar em muito mais empresas e contribuir para a notoriedade dos que são a nossa razão de ser: Os nossos clientes! É para eles que trabalhamos e é com eles que queremos continuar a inovar. A internacionalização já está a acontecer e estamos convictos de que podemos ter um grande papel a desempenhar fora de Portugal. Acreditamos que o futuro será ainda melhor.

António Mão de Ferro

Índice

 
 
Copyright © Nova Etapa - Todos os direitos reservados. Site Desenvolvido: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais